Livro: Aprenda e Lembre mais de 2000 caracteres

Livro: Learn and remember 2178 charaters and meanings

A língua chinesa escrita é fantástica. Totalmente independente da língua falada, ela carrega muita história e ultrapassa as barreiras dos dialetos sendo utilizado até no Japão e Coréia.

Porém é uma língua bem a parte, aprender a escrever é em parte um conhecimento que se adquire separado da língua falada. Tenho facilidade de reconhecer muitos caracteres e baseado na origens mais comuns às vezes consigo deduzir a pronúncia em mandarim sem nem ao menos ter noção do sentido real. Isso é bom para quem estuda chinês há um certo tempo. Porém minha maior dificuldade é lembrar um ideograma quando quero escrevê-lo, sem direito a uma cola, memorizar. Eu desejo expressar uma idéia, formulo a frase em mandarim na cabeça, mas quando penso em que traços devo desenhar, simplesmente fica um grande vácuo no pensamento. É muito ruim. Por isso além de tentar brincar com joguinhos de Hanzis (dica: para iPhone e Android é muito fácil achar alguns), tento ver técnicas de memorização.

Li hoje sobre uma tal técnica Heisig usada para aprendizado de chinês e japonês. Baixei o livro número 1 para chinês simplificado, mas irei pesquisar mais antes de falar dele. Mas baseado nesta técnica, achei esse livro ao lado que parece bem interessante e o download dele é bem pequeno. Cada caracter é ensinado separadamente, mas dentro de um contexto lógico com uma história. Espero que gostem. A dica é minha, mas o review é de vocês leitores, comentem aí!

Download!

9 comments on “Livro: Aprenda e Lembre mais de 2000 caracteres

  1. Sueli disse:

    O livro é bem interessante e será de grande ajuda. Muito obrigada.

  2. Phillip Souza disse:

    Muito bom! Como você bem disse, o autor coloca uma lógica nos Hanzis.

    Bacana 😉

  3. Gustavo disse:

    Ótimo como auxílio nos estudos. Já está me ajudando!

  4. Vinicyus disse:

    Muito legal

  5. Ol!ver disse:

    oiiiii X-nês ^^ otimo site … aprendendo mt por aqui … queria saber uma coisa a respeito dos hanzi’s …. bom no Japão eles dividirão os caracteres de varias formas p/ q as pessoas pudem aprender … as divisões mais conhecidas são: por anos escolares, por frenquencia [ qnts vezes tal caracteres aparece por dia ] e pelo jlpt …. bom minha duvida eh a seguinte os chines tem isso tb de separar e classificar os ideogramas para serem aprendidos ou eh livre-leve-solto ???

    • X-nês disse:

      Boa pergunta Oliver, não tenho certeza absoluta do que vou dizer, mas pela minha experiência, foca-se primeiro nos caracteres mais comuns também, aqueles que a pessoa tem mais chance de usar diariamente mesmo para conversas mais simples como se apresentar. Não é costume ensinar caracteres muito complexos no primeiro ou segundo ano de estudo da língua. O mais complexo que aprendi no primeiro ano foi 谢 de obrigado. Digo complexidade pela quantidade de traços. Após o terceiro ano de estudo, aí já começa a correr mais solto. 赢 Ying de vitória foi um dos mais difíceis de aprender no meu terceiro ano. Brincávamos na escola que escrever vitória em chinês já é uma vitória por si só. Agora temos que considerar como já falei numa matéria que escrevi em 3 ou 4 posts aqui sobre a origem dos ideogramas, que a grande maioria dos ideogramas chineses há um radical fonético, que dá dica da pronunciação. Não sei se este elemento se preservou na língua japonesa, provavelmente não, por isso creio que os livros levam isso em consideração também, pois do terceiro ano pra frente, muitas vezes chutamos a pronúncia de um hanzi ou outro quando o vemos pela primeira vez em um texto, e a chance de acerto do som e da compreensão por quem está ouvindo sua leitura é até grande.

      Nossa, essa resposta ficou tão grande que acho que vou transformá-la num post. Obrigado pela pergunta Oliver e se tiver mais informação sobre essa divisão, compartilha conosco!

  6. Roberto disse:

    Gostei muito do livro.
    Será que encontro em português?

    • Rodrigo Sze disse:

      Não encontra, infelizmente há muito poucos livros em português para estudo de chinês e não conheço nenhum com essa abordagem… o negócio é se virar em inglês mesmo. 加油!

  7. Antônio disse:

    Comecei meus estudo de chinês e estou a procura de material didático, encontrei um livro muito bom (Fale mandarim em quinhentas palavras) mas a quantidade de conteúdo dele é muito pequena, dos 2000 e esse livro é muito bom, mas eu estudo o chinês tradicional, existe uma versão desse livro para chinês tradicional?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *