Como os tons são importantes em chinês – parte 2

Loja chinesa no Epcot - Orlando FL.

Loja chinesa no Epcot – Orlando FL.

Nas férias, fui com meu irmão para Orlando para visitar os parques temáticos. Um dos meus favoritos é o Epcot, onde há uma representação de diversos países dentro do parque. É bom para experimentar comidas típicas, fazer compras e principalmente colocar um pouco da língua em prática. Como estudo mandarim e francês além de arranhar o portunhol e já dominar o inglês, é uma diversão a parte.

No meio da loja de chinesa que tem lá depois de já ter conseguido comprar cerveja só falando chinês, eu comecei a me embaralhar para comunicar com o vendedor. Tentei então me justificar dizendo “Eu não falo chinês tem um ano” e o que saiu foi isso aí.

  • 我没有说韩语一年了
  • Wǒ méiyǒu shuō hányǔ yī niánle

Ele retrucou:

  • 不是韩语, 是汉语.”你没有说汉语了一年了.”
  • Bùshì hányǔ, shì hànyǔ.”Nǐ méiyǒu shuō hànyǔ le yī niánle.”

韩语 = hányǔ (coreano)      /       汉语 = hànyǔ (chinês)

E ficou repetindo pra mim: hán, Coreia, hàn China.

Ele não sabia explicar exatamente que tons eu deveria falar no sentido de primeiro tom, segundo tom, terceiro tom… Mas para ele era nítido a diferença dos tons. Eu estava com dificuldades de entender principalmente pois o ouvido estava desacostumado e treinar entonação é o mais delicado para nós que usamos o tom apenas como sotaque ou aplicar sonoridade ou emoção na pronúncia. Uma outra vendedora falou pra mim assim: “Sabe aquela moça da televisão, Hanna Montana? Tem o mesmo tom de hànyǔ, só você lembrar”. Agradeci a lição, paguei a compra e fiquei ainda repetindo “hán,  hàn” horas na cabeça… Confesso que ainda acho difícil quando se tenta falar rápido. Hora de voltar a estudar mais…

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

     

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>